Você sabe somar e subtrair?? Veremos….Tem que pensar…

quarta-feira, 22 dezembro, 2010

6 Litros

.


Belmonte – Areia de alta pureza será exportada da Bahia para a Europa

quarta-feira, 22 dezembro, 2010

Diretores da CBPM e da Portsmouth na assinatura do contrato

Distrito de Santa Maria Eterna, em Belmonte, no Sul da Bahia, receberá uma unidade de tratamento de areia de alta pureza, que será exportada para a Europa.

O presidente da Companhia Baiana de Pesquisa Mineral-CBPM, Alexandre Brust, e os diretores Rafael Avena e Vinicius Almeida, receberam os diretores da empresa Portsmouth Participações Ltda, Clélio Sardilli e Francisco Sanches, para a assinatura de um contrato de parceria visando à exploração de areia de alta pureza na região de Santa Maria Eterna, distrito do município de Belmonte, na região Sul da Bahia.

 

A área compreende a maior reserva de areia de alta pureza, com teores naturais de ferro bem inferiores às areias utilizadas na fabricação de vidros de alta transparência no Brasil.

 

De origem francesa e maior produtora de vidro do mundo, desde 1965, a Saint-Gobain (que detém o controle da Portsmouth), atenta para os grandes problemas mundiais, dentre os quais a escassez de recursos naturais convencionais para a geração de energia, vem desenvolvendo novos produtos e negócios voltados para a produção de energia térmica e elétrica, através do aproveitamento da energia solar.

 

Estes novos produtos e negócios consistem na utilização das areias de alta pureza para a produção de painéis, compostos por células fotovoltaicas, usadas na transformação da energia solar diretamente em energia elétrica e em espelhos parabólicos para concentração da luz/energia solar, superaquecendo um líquido para posterior geração de vapor e transformação deste em energia elétrica.

 

A eficiência térmica destes equipamentos depende diretamente da eficiência dos vidros de cobertura em termos de transparência e/ou capacidade de retenção da luz solar. Dentre os vários vidros para este fim, destacam-se o Albarino e o Diamant. Estes vidros necessitam de matérias-primas especiais, como a areia de Santa Maria Eterna, que lhes conferem a transparência necessária para as suas finalidades.

 

O empreendimento está estruturado para prover suprimento (areia) ao Grupo Saint-Gobain na Europa. A produção, a princípio, será exportada, prevendo-se para uma etapa posterior, com a demanda para este produto no Brasil, que as fábricas aqui presentes passem a utilizar a areia de Santa Maria Eterna em seus processos industriais. “Tenho quase certeza que quando a gente começar a explorar a areia, ela vai começar a ser utilizada nos fornos de vidro do Brasil, já que é melhor exportar o produto já pronto”, disse o diretor da Portsmouth, Clélio Sardilli.

 

Inicio da produção

 

Com a assinatura do contrato, a Portsmouth (vencedora da licitação) pretende iniciar a instalação da unidade de tratamento da areia em Santa Maria Eterna, em Belmonte, ainda em 2011, a depender da liberação das licenças ambientais, com um investimento inicial da ordem de R$ 10 milhões. A previsão é que sejam produzidas 80 mil toneladas de areia por ano. Toda esta produção será escoada via Porto de Ilhéus.

 

O projeto prevê a evolução da demanda com o dimensionamento de mão de obra efetiva, sempre crescente, num período estimado de 10 a 15 anos. O empreendimento, além de outros benefícios sociais, renderá ao município de Belmonte uma compensação financeira através da CFEM (Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais. A CBPM, detentora dos direitos minerários da área, receberá, a preço de hoje, R$ 6,00 por cada tonelada vendida.

 

Durante a assinatura do contrato o presidente da CBPM, Alexandre Brust, disse que está otimista com o empreendimento, “pois trará para o distrito de Santa Maria Eterna, que apresenta um dos mais baixos IDHs do País, desenvolvimento e geração de emprego e renda”. Já o diretor Rafael Avena enfatizou que, “ao arrendar estas importantes áreas para a maior fabricante de vidro do mundo, a CBPM está cumprindo o seu papel de empresa de desenvolvimento mineral, que é o de viabilizar e trazer para o estado grandes empreendimentos minero-industriais”.

 

O diretor da Portsmouth, Clélio Sardilli, além de se mostrar otimista com o empreendimento, elogiou a condução do contrato. “Ficamos muito satisfeitos com o relacionamento que tivemos com vocês durante todo o processo. A lisura foi muito importante e, por isso, nós só temos a agradecer a todos vocês da CBPM”, destacou Sardilli.

 

Por Evandro Matos

 

 


EXCLUSIVO: Dilma avalia nome de Afonso Florence para MDA

quarta-feira, 22 dezembro, 2010


Por Raul Monteiro

Agecom                     Afonso Florence

Cresceram enormemente as chances de a presidente eleita Dilma Rousseff avaliar o nome do deputado federal Afonso Florence para o Ministério do Desenvolvimento Agrário. A sugestão foi dada pela tendência Democracia Socialista, cujo expoente máximo na Bahia é o senador eleito Walter Pinheiro, e que, nacionalmente, já detém postos importantes como a Petrobras Biocombustível e os Ministérios da Educação e da Justiça.

A movimentação da DS estaria na base de uma consulta que a presidente eleita fez ao governador Jaques Wagner sobre a conveniência de pinçar Pinheiro para a mesma pasta, uma idéia que foi desaconselhada por Wagner, entre outros motivos, porque permitiria que o suplente de senador Roberto Muniz (PP) assumisse a vaga em lugar do petista, criando um problema com a prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho, do PT.

Florence, que foi secretário de Desenvolvimento Urbano, sob indicação de Pinheiro, seria, entretanto, totalmente patrocinado pela DS, confirmando a tese de que são as correntes internas com poder de articulação no PT as principais responsáveis pelas negociações com Dilma Rousseff, ao invés de governadores como Jaques Wagner, a despeito da votação que tiveram e deram à presidente eleita.

A assunção de Florence ao patamar de ministeriável tiraria do palco a técnica Lúcia Falcon, uma baiana, com fortes vínculos familiares e políticos com a origem do PT no Estado, cuja indicação para o MDA, embora também avalizada pelo governador Jaques Wagner, fora do governador de Sergipe, o petista Marcelo Déda, de quem foi secretária estadual de Planejamento, com excelentes credenciais.

No momento, se aguarda o que fará Dilma com a DS e seu mais novo e, segundo integrantes da própria corrente petista, legítimo pleito.

Fonte: Política Livre

 


Florence abre vaga para Emiliano no Congresso

quarta-feira, 22 dezembro, 2010

A notícia que o deputado federal eleito Afonso Florence (PT) vai para o ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) agradou o 2º suplente da coligação governista, o ex-deputado Emiliano José (PT). Com 60 mil votos, ele ocupa a vaga de Florence na Câmara de Deputados, já que o 1º suplente, o boxeador Popó, já ganhou a vaga do pepista Mário Negromonte, que será ministro das Cidades. Na atual legislatura, Emiliano também ficou na condição de suplente e assumiu o mandato federal por mais de um ano. Emiliano é jornalista, professor da Universidade Federal da Bahia (Ufba).

Fonte: Bahia Noticias