Taperoá: Cinco obras sacras são roubadas

Foto: Lucinha de Deus

Igreja de onde obras foram levadas está prestes a completar 280 anos

Cinco obras sacras, de “valor incalculável”, foram levadas da bicentenária igreja católica, localizada na comunidade de Camurugi, em Taperoá, no sul da Bahia, na madrugada desta terça-feira (28). O sumiço das imagens de Santa Luzia, Nossa Senhora d’Ajuda, Nossa Senhora da Saúde, São Sebastião e São Gonçalo (esta, uma das únicas na Bahia), foi percebido pela manhã, quando funcionários da paróquia chegaram para fazer a limpeza. De acordo com o pároco Gilton Barbosa, as imagens eram feitas de madeira, ainda estavam com as pinturas originais e também eram banhadas a ouro. “Infelizmente, alguns irmãos resolveram levar essas imagens, de valor incalculável, durante a noite”, lamentou o religioso. Para o padre, o roubo provavelmente foi praticado por pessoas que não vivem na comunidade, localizada a 6 km da sede e onde moram cerca de mil famílias. “No dia 13 teve a festa de Santa Luzia e no dia 18 a festa de Nossa Senhora d’Ajuda, e muitos fieis de fora estiveram na paróquia”, comentou. A igreja, que em breve completará 280 anos de fundação, já foi periciada. A polícia de Taperoá faz buscas na região para descobrir o paradeiro das obras religiosas.

BN (João Gabriel Galdea)

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.