Governador presta homenagem a time sub-18 do Bahia

sábado, 29 janeiro, 2011

Manu Dias/Agecom

Wagner comemora vice-campeonato do sub-18 do Bahia na Copa São Paulo

O governador Jaques Wagner recebeu, nesta tarde de sexta-feira (28), o time sub-18 do Bahia, a primeira equipe do Norte/Nordeste a chegar a uma final da Copa São Paulo de Futebol Junior. Na final, o Bahia perdeu por 2 a 1 para o Flamengo. A homenagem aconteceu no Centro Administrativo da Bahia (CAB). O presidente Marcelo Guimarães Filho disse que a final foi marcante para a história tricolor. “Ficamos muito felizes com uma homenagem desta importância. Trabalhamos muito para formar um time forte e competitivo e esse resultado é a comprovação de que estamos no caminho certo”, disse. No domingo, antes do jogo entre Bahia e Fluminense de Feire em Pituaçu pelo Baianão, o time sub-18 também será homenageado. (Correio)


CUIDADO SENÃO VIRA BAGUNÇA

sábado, 29 janeiro, 2011

Por Carlos Chagas

Coube à ministra do Planejamento, Mirian Belchior, fornecer motivo para a mais nova reprimenda da presidente Dilma Rousseff a integrantes de seu governo que trafegam na contramão, falando em seu nome sem poder  ou anunciando iniciativas não aprovadas. Na quarta-feira Mirian admitiu para a imprensa cortes no orçamento do PAC, como parte da estratégia da redução de gastos públicos. Na quinta, engoliu a informação, quando Dilma fez saber que não haveria qualquer contingenciamento nas obras do PAC.

O episódio, aliás, foi uma repetição do primeiro entrevero entre a presidente e membros de sua equipe. Guido Mantega, convidado para continuar, também havia previsto cortes no PAC, sendo duplamente desmentido: pelo Lula, que saía, e por Dilma, que entrava. Ainda agora, arrisca-se o ministro da Fazenda a outra reprimenda, pois ao voltar de férias sustentou a inexistência, no governo, de projetos para aliviar a carga no imposto de renda. Isso, horas depois que o secretário-geral da presidência da República, Gilberto Carvalho, levara a proposta aos dirigentes das centrais sindicais, compensação  para aceitarem um reajuste minúsculo no salário-mínimo.

Ainda sobre Mantega, uma contradição: Fernando Haddad, da Educação, foi admoestado pela presidente por conta da crise no Enem e por haver anunciado a disposição de tirar férias. Precisou desistir.   Um pode, outro não pode?

Junte-se a esses desacertos o pito que Dilma passou no general Elito Siqueira, chefe do Gabinete de Segurança  Institucional, por haver justificado o regime militar, bem como a contramarcha  a que se obrigou o ministro da Defesa, Nelson Jobin.  Depois de sustentar a  compra de 36 aviões de  caça franceses,  ele assistiu Dilma anunciar que as negociações estavam reabertas para outras propostas e adiadas para 2012.

Convenhamos, a presidente não deixa passar em branco escorregadelas de seus ministros, mas elas continuam acontecendo. Breve chegará a hora de um deles (ou delas) ser defenestrado. Senão, vira bagunça.

ELETROBRÁS VERSUS PETROBRÁS?

Circula na Esplanada dos Ministérios a proposta de que tudo o que disser respeito ao planejamento e exploração de fontes de energia limpa fique sob a supervisão da Eletrobrás. No caso, energia tirada  da biomassa, eólica, solar, nuclear  e similares. Com a Petrobrás ficaria a responsabilidade sobre a energia suja, quer dizer,  petróleo. Não há nada de concreto, apenas idéias, mas já cobrindo o percurso entre Brasília e o Rio, onde funcionam as sedes da Eletrobrás e da Petrobrás. Pode haver curto-circuito e dores de cabeça para o  ministro Edison Lobão.

A VÉSPERA E O DIA SEGUINTE

Tudo tem acontecido no ninho dos tucanos mas agora foi demais. José Serra não gostou de ter sido alijado da hipótese de presidir o PSDB por conta de manobra conjunta de Geraldo Alckmin e de Aécio Neves, que apóiam a continuação de Sérgio Guerra. O resultado do choque está sendo a ressurreição de Fernando Henrique, não para presidente do partido, mas para estrela maior de seu programa de propaganda gratuita. Uma evidência de que em política, no dia seguinte, as coisas sempre podem ficar um pouquinho piores do que na véspera…

VOTAÇÃO SECRETA

Sandro Mabel não desistiu de sua candidatura à presidência da Câmara, pelo menos até  ontem à noite. O PMDB continua ressentido pelo “chega-prá-lá” que levou de  Dilma Rousseff, apesar do clima de cordialidade registrado no encontro entre a presidente e o vice-presidente Michel Temer. Some-se os dois  fatores e poderá ser alterada a ordem natural dos entendimentos em torno da eleição antes tranqüila de Marco Maia.  As novas bancadas do PMDB recebem algum estímulo de  certos dirigentes do partido para ameaçarem  o governo com a derrota do candidato do PT. A  votação será secreta.

ESFORÇO CONCENTRADO

Aguarda-se para os próximos dias a indicação, pela presidente Dilma, do décimo-primeiro ministro do Supremo Tribunal Federal, prevendo-se uma reunião rápida do  Senado para sua aprovação. O principal tema que prende as atenções tanto do mundo  jurídico quanto do Congresso refere-se ao julgamento dos 40 mensaleiros pela mais alta corte nacional de justiça. Não dá mais para protelar o processo.  O relator, ministro Joaquim Barbosa, pretenderia levar suas conclusões aos companheiros ainda no primeiro semestre, imaginando-se as sentenças a partir de agosto. Há apreensão entre os réus, tendo em vista que nenhum sinal será dado pelo palácio do Planalto, nem pelo ministério da Justiça, no sentido de aliviar a barra de qualquer deles. A idéia, no Supremo, é de um esforço concentrado como satisfação à opinião pública.

 


Governador anuncia que funcionário estadual terá um aumento de 5,93%

sábado, 29 janeiro, 2011

Wagner fez o anúncio após evento na Associação Comercial

O governador Jaques Wagner (PT) disse nesta sexta-feira (28) que o contingenciamento que fará no orçamento de 2011, estimado em R$ 26,6 bilhões, não comprometerá o salário do funcionalismo, que deverá ter um reajuste linear de 5,93%.

O índice corresponde à inflação acumulada no ano passado e será proposto na mensagem a ser encaminhada à Assembleia Legislativa, com data retroativa a janeiro.

Apesar de ter começado o seu segundo governo “apertado”, o governador disse que não pretende cortar custeio. “A gente procura fazer custeio bom, que é o pagamento de médico, enfermeira, remédio. Para dar o reajuste linear integral da inflação tenho que fazer um belo esforço, porém, entendo que o funcionalismo merece, porque o salário, na verdade, não está crescendo; estamos repondo perdas”.

A declaração de Wagner ocorreu nesta sexta, à noite, após a solenidade de abertura das comemorações pelos 200 anos da Associação Comercial da Bahia, onde fez palestra sobre o “Novo ciclo de desenvolvimento da Bahia”.

O governador  fez uma viagem na história da economia baiana desde a chegada de Dom João VI ao Brasil até os dias atuais, para chamar o empresariado à reflexão. “Minha presença aqui  não é litúrgica, é convocatória”, disse o governador, lembrando que muitas das dificuldades do passado, que persistem nos dias de hoje, só serão superadas numa parceria entre o setores público e privado.

“Temos que crescer, mas crescer repartindo”, defendeu. Na plateia empresários da indústria, do comércio, da agricultura e políticos.

Apesar de se mostrar otimista com o desenvolvimento da economia baiana, Jaques Wagner disse que está preocupado com o corte que governo federal fará no orçamento, visando combater a inflação e o juro elevado. Informações do A Tarde.

 


Ufba divulga resultado do vestibular 2011

sábado, 29 janeiro, 2011

Vestibular da Ufba é um dos mais concorridos do País

O resultado da segunda fase do vestibular da Universidade Federal da Bahia (Ufba) foi divulgado na tarde desta sexta-feira (28) no site da instituição.

Foram convocados os candidatos inscritos para os Cursos de Progressão Linear – CPL (Tradicionais), Bacharelados Interdisciplinares (BI) e Curso Superior de Tecnologia (CST).

Foram convocados 6.436 candidatos para as vagas das 101 opções de cursos. As matrículas estão programadas para o mês de janeiro e fevereiro, segundo calendário divulgado no site da instituição.

Estudantes realizaram as provas do vestibular 2011 nos dias 14 e 15 de novembro (provas objetivas de 1ª fase) e 12 e 13 de dezembro para testes de conhecimentos específicos de cada aérea (segunda fase). O prazo final para a divulgação dos resultados era 31 de janeiro (próxima segunda-feira).

Resultado Final – BI / CST (ENEM)

ARTES – DIURNO

ARTES – NOTURNO

CIÊNCIA E TECNOLOGIA – DIURNO

CIÊNCIA E TECNOLOGIA – NOTURNO

CIÊNCIA E TECNOLOGIA – BARREIRAS

HUMANIDADES – DIURNO

HUMANIDADES – NOTURNO

HUMANIDADES – BARREIRAS

SAÚDE – DIURNO

SAÚDE – NOTURNO

CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA – CST

GESTÃO PÚBLICA E GESTÃO SOCIAL – NOTURNO

TRANSPORTE TERRESTRE: GESTÃO D0 TRANSPORTE E TRÂNSITO – NOTURNO

 


Projeto de senador pode evitar problema em aluguel

sábado, 29 janeiro, 2011

Senador baiano ACM Júnior é o autor do projeto

O Senador Antônio Carlos Júnior (DEM-BA), criou um Projeto de Lei que visa facilitar a retirada de um inquilino indesejado de um imóvel.

O projeto modifica oito artigos de uma lei editada em 1991, permitindo que o locador transfira gastos como água, luz e telefone para o locatário, e estipule o prazo para ocupação do imóvel em até 30 meses, desde que sob contrato.

 

Segundo o Senador, a intenção é ampliar a oferta de imóveis para alugar e, assim, segurar a alta nos preços que estão aquecidos no mercado, além de não deixar a cargo do locador, débitos deixados pelo inquilino em contas de serviços básicos.

 

Informações da Agência Senado.

 


Egito: companhias europeias mudam voos por toque de recolher

sábado, 29 janeiro, 2011

Algumas companhias europeias modificaram suas programações na sexta-feira para os voos com destino ou procedentes do Egito, cancelando alguns serviços devido ao toque de recolher no Cairo.

A British Airways adiou seu voo diário desta sexta-feira de Londres para o Cairo porque o avião chegaria durante o toque de recolher noturno imposto devido aos massivos protestos na capital egípcia, informou a companhia. As “centenas” de passageiros que embarcariam neste voo ficarão em hotéis até sábado, quando a empresa espera decolar seu avião do aeroporto de Heathrow, nos arredores de Londres, afirmou um porta-voz da British, que faz parte da International Airlines Group.

A British Airways planeja continuar voando para o Cairo, mas ajustará sua escala para que os voos cheguem e partam da capital do Egito durante o dia, disse o porta-voz. “Estamos mantendo a situação no Cairo sob constante observação”, declarou a companhia em comunicado. As operações da British Airways para o resort egípcio Sharm el-Sheikh continuam normais, acrescentou.

Um porta-voz da Lufthansa disse que a companhia alemã cancelou um voo que deveria partir do Cairo para Frankfurt na madrugada de sábado também devido ao toque de recolher. Dois voos estão previstos para o Cairo no sábado, um de Frankfurt e outro de Munique. O porta-voz informou que a Lufthansa tomaria uma decisão sobre a operação destes voos no próprio sábado.

A Air France alterou sua programação para o Egito a fim de que seus aviões pousem e decolem fora do horário do toque de recolher, disse uma porta-voz da empresa. Um voo de sábado foi cancelado, mas a empresa mantém suas operações até novo aviso, acrescentou.

 

Fonte: TERRA


Psicologia, 1959 X 2010

sexta-feira, 28 janeiro, 2011

CONTRIBUIÇÕES DE LUCIA MURICI, EDUCADORA MUSICAL E MUSICOTERAPEUTA

Cenário 1: João não fica quieto na sala de aula. Interrompe e perturba os colegas.

1959: É mandado à sala da diretoria, fica parado esperando 1 hora, vem o diretor, lhe dá uma bronca descomunal e volta tranquilo à classe.
2010: É mandado ao departamento de psiquiatria, o diagnosticam como hiperativo, com transtornos de ansiedade e déficit de atenção em ADD, o psiquiatra  lhe receita  Rivotril. Se transforma num Zumbí. Os pais reivindicam uma subvenção por ter um filho incapaz.


Cenário 2: Luis quebra o farol de um carro no seu bairro.

1959:  Seu pai tira a cinta e lhe aplica umas sonoras bordoadas no traseiro… A Luis nem lhe passa pela cabeça fazer outra nova “cagada”, cresce normalmente, vai à universidade e se transforma num profissional de sucesso.
2010: Prendem o pai de Luis por maus tratos. O condenam a 5 anos de reclusão e, por 15 anos deve abster-se de ver seu  filho.   Sem o guia de uma  figura paterna, Luis se volta para a droga, delinque e fica preso num presídio especial para adolescentes.


Cenário 3: José cai enquanto corria no pátio do colégio, machuca o joelho. Sua professora Maria,  o encontra chorando e o abraça para confortá-lo…

1959: Rapidamente, João se sente melhor e continua brincando.
2010: A professora Maria é acusada de abuso sexual, condenada a três anos de reclusão. José passa cinco anos de terapia em terapia. Seus pais processam o colégio por negligência e a professora por danos psicológicos, ganhando os dois juízos. Maria renuncia à docência, entra em aguda depressão e se suicida…


Cenário 4: Disciplina escolar

1959: Fazíamos bagunça na classe… O professor nos dava umas boa “mijada” e/ou encaminhava para a direção; chegando em casa, nosso velho nos castigava sem piedade.

2010: Fazemos bagunça na classe. O professor nos pede desculpas por repreender-nos e fica com a culpa por fazê-lo . Nosso velho vai até o colégio se queixar do docente e para consolá-lo compra uma moto para o filhinho.


Cenario 5: Fim das férias.
1959: Depois de passar férias com toda a família enfiada num Gordini, após 15 dias de sol na praia, hora de voltar. No dia seguinte se trabalha e tudo bem.

2010: Depois de voltar de Cancún, numa viajem ‘all inclusive’, terminam as férias e a gente sofre da síndrome do abandono, pânico, attack e seborreia…


PDT: II ENCONTRO DE MILITANTES DA OITAVA ZONA SERÀ NESTE DOMINGO

sexta-feira, 28 janeiro, 2011

O Partido Democrático Trabalhista – PDT, reúne neste domingo, 30, a partir das 10h, os militantes e os núcleos de base da 8ª Zona Eleitoral. O encontro será no mesmo local do ano passado, na Boca da Mata. Na oportunidade serão discutidos temas como organização partidária e conjuntura atual.

Já confirmaram presença os deputados, Marcos Medrado e Roberto Carlos. Já o presidente Alexandre Brust, será representado na ocasião pelo secretario municipal do partido Eduardo Rodrigues. No final do evento será servida a já tradicional feijoada feita pelos anfitriões Conceição e Gledson.

 

( Desiderio de Melo)


SAMBA BAIANO

sexta-feira, 28 janeiro, 2011

Continue lendo »


UM NOVO ESTILO?

quinta-feira, 27 janeiro, 2011

Por Carlos Chagas

Terça-feira  em São Paulo, participando de homenagem ao ex-vice-presidente José Alencar. Hoje  em Porto Alegre, na Federação Israelita, para lembrar as vítimas do holocausto. Amanhã  na cidade gaúcha de Candiota, para inaugurar uma usina de energia que funciona desde o começo do mês.

A agenda da semana demonstra que Dilma Rousseff não se enclausurou no palácio do Planalto, como alega a oposição, mas, no reverso da medalha, também não repete a performance do Lula, permanente andarilho pelo país. Desde a posse, a presidente sai oficialmente pela segunda vez da capital federal,  descontada a viagem privada a Porto Alegre para visitar a filha e a neta. A primeira foi para percorrer as regiões assoladas pela tragédia, na serra fluminense.

Trata-se de um estilo peculiar de Dilma, em nada parecido com o furor do Lula, que  todas as semanas, sem exceção, voava para algum ponto do território nacional, inaugurando pedras fundamentais e obras inacabadas, quando não se encontrava no estrangeiro. A esse propósito, a presidente estará na próxima segunda-feira em Buenos Aires,  para visita de serviço à presidente Cristina Kirschner.

Lentamente, sem despertar comparações, Dilma cria um modelo pessoal de governar, que só o futuro revelará se mais profícuo que o do antecessor. Ou não.

O importante neste primeiro mês de governo, ainda incompleto,  repousa na postura rígida da chefe do governo, que em três semanas já admoestou quatro ministros e mandou demitir dois auxiliares de segundo escalão, um no ministério da Justiça, outro no da Educação.  Ela  não admite que se fale em seu nome sem autorização, muito menos anunciando iniciativas com as quais não concorda ou sobre as quais ainda não decidiu. Sem a emissão de juízo de valor, trata-se de um novo comportamento inaugurado em Brasília.

CRER, OBEDECER E LUTAR

É sempre bom olhar o passado, que se não  diz o que fazer, sempre dirá o que evitar.  No auge do fascismo  na Itália, Mussolini dirigia-se às multidões ululantes exigindo delas três obrigações: “crer,  obedecer e lutar”. Também  recomendava as excelências do “viver perigosamente”, ainda que  o perigo estivesse personalizado nele. Era uma farsa, em parte  semelhante ao período vivido pelo Brasil entre 1964 e 1985, quando se tornava perigoso  discordar das verdades absolutas emanadas do Olimpo.

Estas considerações e fazem a propósito das próximas comemorações do aniversário do PT.  Mesmo dividido em treze facções distintas, o partido corre o risco de deixar-se inebriar pelo sonho de tornar-se único, detentor do poder maior. Só que tem um problema: enganam-se caso pensem que  a presidente Dilma Rousseff fará as vezes do rei Victor Emanoel, à espera de um Mussolini caboclo. Na Itália, o Partido Fascista conseguiu, por um década, suprimir todo o tipo de oposição, sem que o monarca se insurgisse, só depois demitindo o ditador e mandando-o para a prisão. Aqui, os candidatos a Mussolini, que por enquanto é bom não fulanizar, poderão ser presos antes de ocupar o poder. Crer, obedecer e lutar pode não ser uma boa proposta.

MILITARES  NA EXPECTATIVA

Depois do adiamento por pelo menos um ano da compra dos 36 modernos  aviões de caça para a FAB,  Dilma Rousseff parece estar dando um “chega-pra-lá” na Marinha. Teria sido adiada também a aquisição de onze navios de patrulha oceânica, ainda que a compra de  submarinos não tenha sofrido percalços.   A presidente já despachou com os comandantes das três forças. Quer compreensão para sua decisão, tendo em vista a falta de recursos e as prioridades por ela definidas.  Não há como deixar de falar em frustração castrense, mas, mesmo assim, não se trata de cancelamento das modernizações, mas de adiamento. O problema é que o equipamento militar vai ficando cada dia mais obsoleto, mesmo quando comparado com as forças armadas da América do Sul.  Venezuela, Peru e Colômbia vão ganhando uma corrida na qual  o Brasil se recusa a  entrar, mas será bom lembrar que as riquezas do pré-sal já exigem cuidados, bem como a disposição de vigilância nas fronteiras.

NOVATOS IMPERTINENTES

Reúne-se hoje, em Brasília, a bancada de senadores do PT.  Vão decidir a queda de braço entre Marta Suplicy e José Pimentel, eleitos em outubro e intransigentes candidatos à primeira vice-presidência da casa. Na verdade,  a melhor solução para os companheiros seria mandar os dois  passear. Afinal, são senadores de primeiro mandato, havendo na bancada gente mais experiente. O presidente Lula passou apertado, nos últimos quatro anos, quando Marconi Perilo, do PSDB, exerceu a vice-presidência, criando muitos casos para o governo. Por isso o PT tomou a decisão de reivindicar a função, capaz de  facilitar a vida de Dilma Rousseff nas ausências do presidente José Sarney, de resto em vias de ser reeleito. Querem uma sugestão? Por que não o senador Eduardo Suplicy?


Pedetistas voltam de Brasilia; Lupi manteve posição da executiva estadual

quinta-feira, 27 janeiro, 2011

Lupi ligou para falar sobre decisão a Wagner, que pediu tempo

O governador Jaques Wagner poderá anunciar até o final desta semana novos espaços do PDT no governo estadual – mas seguramente não será no primeiro escalão, disseram nesta quarta-feira (26), em off, fontes do PT. Sabe-se, contudo, que Lupi ligou para Wagner para ratificar a posição da estadual. O governador pediu tempo para resolver.

A executiva estadual do PDT esteve reunida nesta quarta-feira em Brasília com o presidente nacional licenciado da legenda, ministro Carlos Lupi, para tratar sobre a questão. Os pedetistas não quiseram, no entanto, comentar o conteúdo da reunião, que aconteceu a portas fechadas no gabinete de Lupi.

“Discutimos apenas assuntos internos do partido”, desconversou Alexandre Brust, presidente estadual do PDT. “Lupi e Jaques Wagner se falaram por telefone, fora da sala de reunião, e o ministro está aguardando uma resposta do governador sobre esse assunto. Colocamos nossa expectativa, mas ela não pode ser divulgada porque envolve outros partidos”, disse.

Indefinições

Segundo fontes do partido, um rompimento do PDT com o governo Wagner está fora de cogitação. No primeiro escalão, o PDT deve ficar mesmo com a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), para a qual está cotado o nome de Nestor Duarte.

A tendência é manter  também a titularidade da Agerba e da CBPM (ligada à Secretaria da Indústria, Comércio e Mineração) e possivelmente abocanhar mais alguma empresa do segundo escalão.

A Secretaria da Promoção da Igualdade (Sepromi), cujo titular ainda não foi definido por Jaques Wagner, não atrai o interesse do PDT, segundo informações de bastidores, por ser uma secretaria com baixo orçamento. A Prodeb também foi oferecida pelo governador Wagner, mas recusada pelo partido.

Fontes do PT consideram que a presidência da Assembleia Legislativa, que poderá ficar com o pedetista Marcelo Nilo, deve entrar na conta do espaço político do partido junto ao governo.

Nesta quinta, 27, a bancada do PT se reúne para discutir a candidatura de Nilo, que é defendida pelo presidente estadual do partido, Jonas Paulo. Informações de A Tarde.