PDT encerra negociações com governo e Lupi chama cúpula baiana a Brasília

Brust tem o aval dos deputados na luta pelo espaço do PDT

As conversas entre o PDT e o governo estadual sobre o espaço que o partido deve ter no novo mandato de Jaques Wagner foram encerradas neste final de semana. Lupi convocou reunião com baianos em Brasília.

Depois de várias reuniões (algumas tensas) entre o presidente estadual Alexandre Brust e as bancadas federal e estadual com o secretário de Relações Institucionais, Cézar Lisboa, o PDT deu por encerradas as negociações por considerar insatisfatório o espaço oferecido ao partido até aqui.

Somente neste domingo os pedetistas se reuniram duas vezes com o governo para tratar sobre o assunto. No domingo a reunião foi até às 22 horas, mas mesmo assim não houve acordo.

Diante do impasse, o Presidente Alexandre Brust deu as negociações por encerradas na Bahia, passando a responsabilidade para a direção nacional do PDT.

Nesta segunda-feira (24), pela manhã, o presidente nacional licenciado do PDT, ministro Carlos Lupi, já entrou em contato com o governador Jaques Wagner para tratar da questão.  Lupi imediatamente entrou em contato com a direção estadual e convocou uma reunião em Brasília para a próxima quarta-feira (26), mas adiantou que “as conversas foram boas”.

Para a reunião-almoço foram convocados os deputados federais Marcos Medrado, José Carlos Araújo, Félix Júnior e Oziel Oliveira, e os estaduais Marcelo Nilo, Roberto Carlos, Euclides Fernandes, João Bonfim e Paulo Câmara, além do presidente estadual Alexandre Brust.

Espaço

O partido ocupa atualmente a Secretaria de Ciência e Tecnologia, a Companhia Baiana de Pesquisa Mineral-CBPM e a AGERBA, embora venha sendo publicado por boa parte da mídia que também controla a CAR, que já foi tirada do controle da legenda para o PP.

Para resolver o impasse o governo já ofereceu a Secretaria de Justiça, sem o setor de presídios, mas com a devolução da Ciência e Tecnologia, mas os pedetistas não aceitaram. “Estão nos dando com uma mão e tirando com a outra”, disse Alexandre Brust, referindo-se à oferta de uma Secretaria esvaziada e a retirada de outra.

Nesta segunda-feira, indagado sobre como resolver o impasse, Brust admitiu que a Secretaria de Indústria, Comércio e Mineração poderia atender aos anseios do partido. A pasta é ocupada atualmente pelo secretário James Correia, da cota pessoal do governador Jaques Wagner.

 

Por Evandro Matos – da redação do Interior da Bahia

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.