Italianos querem disputar concessões em infraestrutura no Brasil, relata Dilma

Em viagem oficial, presidente destaca importância de parcerias entre os dois países

A presidente Dilma Rousseff, em visita oficial à Itália, apresentou as oportunidades de investimentos em obras de infraestrutura no Brasil ao primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, e ao presidente Sergio Mattarella nesta sexta-feira (10), em Roma. De acordo com Dilma, os italianos têm interesse em participar dos leilões do Plano de Infraestrutura Logística (PIL).

Sobre o encontro mantido com Renzi, ela comentou: “Eles estão extremamente interessados na presença de ferrovias, de empresas italianas para disputar concessões de ferrovias, rodovias, portos, aeroportos”, contou a presidente em entrevista. Ela destacou a importância das parcerias entre Brasil e Itália, especialmente na área da defesa. “Eles produzem, junto conosco, o veículo Guarani”, lembrou.

Presidenta conversou com o primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi
Presidenta conversou com o primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi

Os dois governantes discutiram também a construção de uma parceria na área de educação, para incrementar a troca de pesquisadores. “Fizemos uma discussão bastante proveitosa, muito proveitosa. E também eles estavam muito interessados em saber sobre o Novo Banco de Desenvolvimento dos Brics e sobre o Acordo Contingente de Reservas”, afirmou.

“Discuti com o presidente e com o primeiro-ministro as oportunidades de investimentos que se abrem no Brasil na área de ferrovia, por exemplo. Várias empresas italianas podem participar dos leilões,  nas áreas de rodovias, portos e aeroportos. Convidei todos os empresários italianos a intensificarem sua presença no Brasil por meio da participação nessa nova fase do programa [Programa de Investimento em Logística]”, disse em declaração à imprensa acompanhada de Renzi.

Plano de Ação entre Brasil e Itália

Dilma afirmou que foi assinado um plano de ação entre os dois países contemplando 16 áreas-chave de cooperação — investimentos, comércio, indústria, defesa, energia, cultura e educação, entre outros. A presidenta relatou que acertou com os mandatários italianos elevar o patamar da relação entre Itália e Brasil.

“Acertamos hoje que nossas relações se darão no mais alto nível entre os ministros e com isso queremos fortalecer essa relação e garantir que ocorram modificações reais que levem essa relação a um patamar mais elevado”, disse. “Eu convidei todos os empresários italianos a intensificarem ainda mais a sua presença no Brasil por meio da participação nessa nova fase do Programa. E a Itália é conhecida pela sua alta capacidade nessa área de infraestrutura”, afirmou.

Antes da Itália, Dilma esteve na Rússia para reunião de cúpula do Brics, grupo formado por Brasil, Rússia, China, Índia e África do Sul.

* Com informações do Blog do Planalto

Em Roma, a presidenta também teve reunião com o diretor-geral da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), o brasileiro José Graziano. Após a agenda em Roma, Dilma seguiu para Milão onde visitará, neste sábado (11), a Expo Milão 2015 uma das principais feiras de inovação e soluções criativas do mundo. O Brasil tem um pavilhão na feira.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s