Dilma: crise é transitória e primeiro passo é promover equilíbrio fiscal

“Não podemos nos dar ao luxo de ignorar a realidade, mas temos condições de retomar crescimento”

A presidente disse que o encontro com os governadores tem um papel muito importante “nos destinos e na condução dos caminhos do Brasil”. “É importante que nós consideremos que fomos eleitos e fizemos nossas campanhas em um conjuntura ainda bem mais favorável do que aquela que estamos enfrentando”, afirmou.

Presidente Dilma Rousseff com os governadores
Presidente Dilma Rousseff com os governadores

Dilma pediu a todos uma série de iniciativas, como a reforma do ICMS que, segundo ela, embora seja de ordem microeconômica, terá repercussões macroeconômicas para ocrescimento e para a geração de empregos. “Conto com vocês. Quero dizer, do fundo do coração, que vocês podem contar comigo. Há muito que nós sabemos que o Brasil se passa nos estados e nos municípios. Se nós não tivermos um projeto de cooperação federativa, em que nos articulemos e façamos com que ela dê frutos e resultados, não estaremos trilhando o bom caminho. O bom caminho é aquele da cooperação”.

Ela também ressaltou a importância do agronegócio. “Aqui temos governadores que sabem a expressão que o agronegócio tem, não só nas nossas contas externas como na expansão do país”, disse. Dilma também afirmou que os estados devem dar oportunidade para que as pessoas empreendam. “Todos nós, em maior ou menor escala, enfrentamos dificuldades… A saída para resolvermos o nosso problema é usar os recursos disponíveis e fazer mais com o que temos”.

A presidente da República também manifestou preocupação com  a questão da segurança pública: “Uma área que sei que todos aqui têm preocupação com ela é a Segurança Pública. Queremos estabelecer uma cooperação em duas questões nessa área. A primeira é um pacto nacional para a redução dos homicídios. A cada 10 minutos uma pessoa é assassinada no país”.

“A segunda operação nessa área que propomos é a cooperação federativa e entre poderes para a redução do déficit carcerário e o trabalho para a reintegração dos presos”, disse Dilma.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s