PDT anuncia saída da base governista e PTB se declara independente

Foto: Divulgação
Dois partidos da base governista anunciaram nesta quarta-feira (5) distanciamento da base e se declararam independentes em relação às votações da Câmara. Líder do PDT, o deputado André Figueiredo (CE) disse que seu partido não irá mais participar das reuniões dos líderes da base governista e terá, a partir de agora, uma postura de independência em relação ao governo. O líder do PDT afirmou que a gota d’agua para a decisão são as acusações feitas ao partido pela liderança do governo, que tem acusado o PDT de ”traidor”. “Somos tachados de traidores pela liderança do governo. Isso tem sido feito de forma recorrente”, disse, segundo a Agência Brasil. Durante a votação das medidas provisórias do ajuste fiscal, o PDT se posicionou contra a orientação do Palácio do Planalto. “Não admitiremos mais sermos chamados de infiéis ou traidores. Nunca traímos a bandeira defendida por Leonel de Moura Brizola, nosso líder maior”, acrescentou Figueiredo. O líder informou que comunicou a posição da bancada ao ministro do Trabalho, o pedetista Manoel Dias, e também ao presidente da legenda, Carlos Lupy. Segundo Figueiredo, os próximos passos da legenda serão decididos pela direção nacional. Líder do PTB, o deputado Jovair Arantes (GO) anunciou no plenário da Câmara que a bancada se reuniu nesta quarta e decidiu assumir posição de independência em relação às votações de interesse do governo. “A bancada declara independência com relação às votações na Casa e reserva o direito de votar como quiser”, anunciou. O líder do governo, deputado José Guimarães (PT-CE), informou que, no caso do PTB, tudo foi feito com diálogo. Quanto ao PDT , ele só tomou conhecimento após o discurso do líder do partido no plenário da Câmara.
Bahia Noticias
Nosso comentário: Sentimental o líder do PDT, deputado André Figueiredo. Disse não suportar mais ser chamado de traídor, eu também não gostaria, mas, como chamar alguém que não honra acordo. O PDT tem cagos federais no Brasil inteiro, inclusive o MTE, contudo, nesta legislatura a legenda votou contra o Planalto, e votou contra os trabalhadores. DEM, PSDB e PSOL são oposição e cumprem bem o seu papel e não faz parte do governo. Se o PDT agora pensa como eles que entregue os cargos. Do contrário não podem ser achamados apenas de traidores, mas também de covardes.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s