Riachão: Falta de energia parou parte do comércio e deixou a cidade no escuro durante a noite desta sexta-feira

0752

 

Algumas lojas do centro fecharam devido a falta de energia

Gerou um aumento no número de ocorrências de interrupção do fornecimento de energia elétrica, por causa das chuvas que caíram em vários pontos da Bahia, segundo informou a Coelba nesta sexta-feira (22).

A empresa informou que aumentou o número de turmas de operação e manutenção para atender ao aumento da demanda, permanecendo com equipe reforçada até que tudo esteja regularizado. As chuvas também dificultam acesso em alguns locais, o que faz com o atendimento das queixas acabe demorando mais do que o normal.

A principal ocorrência de falta de energia nesta sexta-feira foi o desligamento preventivo do fornecimento para Riachão do Jacuípe, às 11h13, por conta das chuvas e da enchente do Rio Jacuípe. O fornecimento foi restabelecido no centro da cidade às 13h04.

Durante a noite desta sexta-feira, por volta das 19h, a energia faltou novamente em todo o munícipio, só retornando depois das 21h30. A cidade ficou completamente às escuras.

A falta de energia fez com que várias lojas fechassem as portas durante a manhã e à tarde. À noite, devido à grande procura, faltaram pães praticamente em todas as padarias da cidade.

Riscos

A Coelba informou que a ação foi para minimizar riscos elétricos, em prol da segurança dos moradores. Quando a situação na cidade voltar ao normal, a rede elétrica passará por avaliação e o fornecimento deve ser restabelecido para todos consumidores do município.

Equipes da Coelba continuam em Riachão para fazer inspeção na rede elétrica e também prevenir possíveis situações que envolvam a segurança e o sistema elétrico. A empresa não descarta novos desligamentos preventivos.

Veja algumas orientações da Coelba para evitar acidentes com eletricidade:

– Não se aproximar de fios caídos no chão: Em caso de fios partidos, acione imediatamente a Coelba através do 0800 071 0800;

–  Não ligar aparelhos elétricos com a mão molhada. Isso evitará o choque;

– Não mexer com eletrodomésticos em locais com água ou umidade, nem com as mãos ou pés molhados. A água torna o choque muito mais perigoso;

– Não subir em postes ou estruturas da Coelba.

– Não tentar retirar galhos de árvore ou objetos caídos sobre a rede elétrica.

Desabrigados

Mais de 150 famílias estão desalojadas em Riachão do Jacuípe, segundo informações da Secretaria de Administração do município. Os desabrigados estão sendo levados para escolas municipais, ginásios de esportes e o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).

A Prefeitura da cidade disponibilizou carros para transportar os moradores aos abrigos, com a assistência dos Bombeiros. A Defesa Civil está a caminho do município, ainda segundo informações da Secretaria de Administração.

Os bairros mais afetados pela chuva foram Alto do Cruzeiro, Bela Vista, Alto do Cemitério, Barra, Ranchinho e Jatobá. Segundo o secretário de administração do município, Valfredo Júnior, a população foi pega desprevenida pela enchente. “De ontem para hoje choveu mais na cabeceira. O rio já chegou enchendo e não deu tempo de as famílias e a prefeitura se prepararem”, conta o secretário.

Toda a região se mobiliza para socorrer as vitimas das chuvas em Riachão

imageCampanhas de arrecadação foram lançadas em toda região

As seguidas chuvas que vêm caindo em todo o município de Riachão do Jacuipe já provocaram alagamentos de casas, queda de pontes, bloqueio de rodovias, falta de energia elétrica e de água, além de deixarem mais de mil pessoas desabrigadas.

Diante da trágica situação da cidade, muitas pessoas estão se mobilizando para a doação de alimentos, água, roupas, produtos de limpeza e de necessidades básicas em geral. A Igreja Católica, através do Padre Alessandro, logo lançou uma campanha para arrecadar alimentos e donativos diversos, com  recepção na própria igreja e Casa Paroquial.

O grupo Caminhada da Paróquia da Igreja Senhor dos Passos, que já realiza ações sociais em Feira de Santana, também está somando esforços para ajudar os jacuipenses e recebendo donativos para socorrer as famílias.

Por outro lado, os donativos para a Campanha do Grupo Caminhada devem ser entregues na Fisioclínica (Rua Dr. Sabino Silva, Kalilândia, em frente à Di Rango – aos cuidados de Karlla Bullos), e na Loja Liu Charmosa (Av. Getúlio Vargas, Galeria Soft Center – aos cuidados de Maiany Soares).

A Rádio Jacuipe AM também entrou na campanha de solidariedade aos desabrigados. Além de recolher alimentos e roupas, a emissora vem divulgando todas as campanhas para ajudar a socorrer as vítimas da enchente.

Outras emissoras de rádio da região, a Prefeitura Municipal de Riachão do Jacuipe, colégios, entidades em geral, o comércio e pessoas físicas também estão se mobilizando para ajudar os desabrigados.

Fonte: http://www.interiordabahia.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s