Ministro do Turismo recebe forrozeiros, promete 13 milhões para promoção e salão nacional para São João do NE

image

O eventoreuniu forrozeiros, deputados e senadores da Bahia

O ministro Henrique Eduardo Alves, do Turismo, deu inicio nesta quarta-feira (17), ao projeto de nacionalização do São João do Nordeste, em evento que reuniu forrozeiros, deputados e senadores da região.

Entre as primeiras medidas anunciadas estão a realização em Brasília do Salão Luiz Gonzaga de turismo, reunindo trade, operadores, promotores, artistas e imprensa de todo o país no mês de maio, além do direcionamento de R$ 13 milhões para a promoção do São João do Nordeste dentro e fora do país. “A partir de hoje qualquer salão de turismo que o Brasil participar terá a presença de um forrozeiro”, assegurou o ministro.

Para promover o forró, será colocado um palco exclusivo para o ritmo na Casa do Brasil, espaço para turistas no Rio durante as Olimpíadas. O ministério também realizará pesquisa nacional para avaliar o impacto para a renda e economia dos festejos juninos em todo o país, bem como o potencial de expansão da festa.

 

“Para tornar o São João numa festa nacional, é fundamental que ele entre no calendário das pessoas em todo o Brasil, não só do nordeste. Isso tem que ser discutido desde o calendário escolar ao dos feriados nacionais, para viabilizar o fluxo de turismo nacional nessa época. Por outro lado, é fundamental também valorizar o nosso forró nas grades das festas, dentro do São João e fora dele, é um produto cultural nosso que precisa ser fortalecido”, destacou o deputado Jorge Solla (PT). O deputado defendeu ainda que os bancos públicos também patrocinem o São João, já que atualmente já apoiam o carnaval.

 

Cultura

Após o encontro com Alves, a comitiva baiana foi recebida pelo ministro Juca Ferreira, da Cultura. O secretário estadual de Turismo, Nelson Pelegrino, pleiteou a ampliação do escopo da Lei Rouanet pra também apoiar projetos de São João. “Tanta coisa recebe apoio cultural da Lei Rouanet, por que o São Joao, que é a legítima festa cultural de todo o nordeste não está apto a receber apoio? É uma distorção que precisa ser corrigida”, disse Pelegrino.

 

Juca salientou que o ministério prepara uma reforma na Lei Rouanet para enviar ao Congresso e assegurou que irá contemplar mudanças que permitam a contratação de festas juninas. O ministro destacou a importância do Ministério da Cultura na formulação das políticas para o São João, para que as tradições sejam preservadas ante às “demandas mercadológicas”.

 

Em conjunto ao Salão Luiz Gonzaga de Turismo, o ministro da Cultura se comprometeu a realizar um seminário para discutir as formas de apoio, preservação e indução por parte do poder público para o São João e para o forró tradicional. “Algumas coisas podemos aprender com o axé. Uma delas é estabelecer um circuito com datas diferenciadas, como são as micaretas, para o forró ter uma agenda perene em todo o país durante todo o ano”, destacou.

Estiveram presentes a senadora Lídice da Mata (PSB), o deputado estadual Marcelo Nilo (PDT), o ex-secretário Domingos Leonelli, Leo Macedo, da Estakazero, Targino Gondim, Adelmário Coelho, Zelito Miranda, Alcimar Monteiro, Carlos Pitta, Genival Lacerda e Del Feliz.

http://www.interiordabahia.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s