Líderes políticos internacionais manifestam apoio a Lula

Texto destaca tentativa de alguns setores de destruir conquistas sociais do Brasil

O texto destaca a “tentativa de alguns setores de destruir a imagem deste grande brasileiro” e as conquistas sociais do Brasil durante os mandatos de Lula.

Carta destaca Lula como "lutador social, criador e dirigente do Partido dos Trabalhadores"
Carta destaca Lula como “lutador social, criador e dirigente do Partido dos Trabalhadores”

Leia abaixo o manifesto, que foi divulgado em quatro línguas (português, inglês, espanhol e francês).

DECLARAÇÃO

Durante várias décadas, Luiz Inácio Lula da Silva destacou-se como sindicalista, lutador social, criador e dirigente do Partido dos Trabalhadores.

Eleito Presidente da República, em 2002, Lula levou adiante um ambicioso programa de mudança social no Brasil, que tirou da pobreza e da miséria milhões de homens e mulheres. Sua política econômica permitiu a criação de milhões de empregos e uma extraordinária elevação da renda dos trabalhadores.

Seu Governo aprofundou a democracia, estimulando a diversidade política e cultural do país, a transparência do Estado e da vida pública. O Executivo, o Ministério Público e o Poder Judiciário puderam realizar investigações de atos de corrupção eventualmente ocorridos na administração direta ou indireta do Estado.

Preocupa à opinião democrática, no entanto, a tentativa de alguns setores de destruir a imagem deste grande brasileiro. 

Lula não se considera nem está acima das leis. Mas tampouco pode ser objeto de injustificados ataques a sua integridade pessoal. 

Estamos com ele e seguros de que a verdade prevalecerá.

Cristina Kirchner (Argentina)

Eduardo Duhalde (Argentina)

Carlos Mesa (Bolívia)

Ricardo Lagos (Chile)

Ernesto Samper (Colômbia)

Maurício Funes (El Salvador)

Felipe Gonzalez (Espanha)

Manuel Zelaya (Honduras)

Massímo D”Alema (Itália)

MartinTorrijos (Panamá)

Nicanor Duarte (Paraguai)

Fernando Lugo (Paraguai)

Leonel  Fernandes (República Dominicana)

José “Pepe” Mujica (Uruguai)

Juan Manuel Insulza (OEA)

***

International political leaders declare support to Lula

Former heads of state and goverment from Europe and Latin America published a statement supporting former Brazilian president Luiz Inácio Lula da Silva. Among the first 14 signataries are José “Pepe” Mujica, former president of Uruguai, Cristina Kírchner, former president of Argentina and Felipe González, former prime-minister of Spain.

The statement highlights the “attempts of some sectors to destruct the image of this great Brazilian” and the social improvements achieved during Lula’s two terms.

Read the statement below:

STATEMENT

During the past decades, Luiz Inacio Lula da Silva has played a pivotal role as syndical leader, as promoter of social rights, and as founder and leader of the Brazilian Worker´s Party (PT).

Lula was elected President in 2002 and developed in Brazil a far reaching program of social change, which made it possible to take millions of men and women out of poverty and destitution. His economic policy led to the creation of millions of jobs and to an extraordinary increase in workers’ income.

His Government increased democracy, fostering political and cultural diversity in Brazil, as well as transparency in Government and in public life. The Executive Branch, the Judiciary and the Office of the Attorney General could undertake investigations concerning acts of corruption that have allegedly taken place in public administration.

It is, nevertheless, cause for concern for those who cherish democracy, to witness attempts of some sectors to destruct the image of this great Brazilian. 

Lula does not consider himself to be, nor is, above the law, but he cannot be the object of unjustified attacks to his personal integrity.

We stand by his side and are sure that the truth will prevail.

***

Líderes internacionales manifiestan su apoyo a Lula

São Paulo, 11 de marzo de 2016,

Ex-jefes de Estado y de gobierno de Europa y de América Latina han publicado hoy una declaración de apoyo al ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Entre los primeros 14 nombres que firman el documento están José “Pepe” Mujica, ex-presidente de Uruguay, Cristina Kírchner, ex-presidenta de Argentina y Felipe González, ex-presidente del gobierno español.

El texto subraya el “intento de algunos sectores de destruir la imagen de este gran brasileño” y las conquistas sociales de Brasil durante el gobierno de Lula.

Lea el manifiesto:

DECLARACIÓN

Durante varias décadas, Luiz Inacio Lula da Silva se destacó como líder sindical, activista social, creador y líder del Partido de los Trabajadores.

Presidente electo de la República en 2002, Lula puso en marcha un ambicioso programa de cambio social en el Brasil, que sacó de la pobreza y la miseria a millones de hombres y mujeres. Su política económica ha permitido la creación de millones de puestos de trabajo y un aumento extraordinario en los ingresos de los trabajadores.

Su gobierno profundizó la democracia, estimulando la diversidad cultural y política del país, la transparencia de la vida estatal y pública. El Ejecutivo, la fiscalía y el poder judicial pudieron llevar a cabo las investigaciones de los actos de corrupción que puedan ocurrir en la administración directa o indirecta del Estado.

Preocupa a la opinión democrática, sin embargo, el intento de algunos sectores para destruir la imagen de este gran brasileño.

Lula no se considera ni está por encima de la ley. Pero tampoco puede ser objeto de ataques injustificados en contra de su integridad personal

Estamos con él y ciertos de que la verdad prevalecerá.

***

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s