Para Chico Alencar, 2017 começa com ‘nuvens carregadas’ para governo Temer

Deputado destaca que PSDB pode mudar de lado de acordo com rumos da Lava Jato
Jornal do BrasilPamela Mascarenhas

>> Michel Temer recebeu R$ 10 milhões da Odebrecht, diz ex-diretor da empreiteira

Sobre os pedidos de impeachment de Michel Temer, Chico Alencar espera que o presidente Rodrigo Maia faça uma análise, mas diz que “não há indicação neste sentido”. Ele também destaca, contudo, que não vê chances de Maia fazer como o antecessor Eduardo Cunha e usar os pedidos “como trunfo para chantagear” o governo “em torno dos seus interesses”. “Eu acho que disto estamos livres.”

“Espero que ele [Rodrigo Maia] analise com objetividade a substância dos pedidos de impeachment”, diz Chico Alencar. “Entendo que esses pedidos, numa primeira visão, não seriam acatados por Maia, mas, com a evolução da conjuntura, isso pode acontecer. A crise econômica tem um papel determinante, 2017 começa com nuvens carregadas para cima do governo Temer.”

"A voracidade de fazer isso a toque de caixa é uma ofensa para todos", diz Chico Alencar sobre PEC 55
“A voracidade de fazer isso a toque de caixa é uma ofensa para todos”, diz Chico Alencar sobre PEC 55

Questionado sobre uma suposta articulação política para favorecer eleições indiretas, o deputado federal destacou que não tem conhecimento sobre isto, mas que acredita que trata-se de um jogo de “avanço e recuo”.

“O PSDB está cada dia mais desconfortável no apoio a este governo. Está de novo subindo para o berço predileto, que é o muro. E, depois do muro, pode mudar para algum lado, a depender da evolução da conjuntura econômica e da Operação Lava Jato, que tem um reflexo direto na conjuntura política”, avalia Chico Alencar.

Renan e STF

Chico Alencar aponta que a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de manter Renan Calheiros no comando da Casa é “revelador” de como o cenário jurídico está “desarrumado”. Na ocasião, o Supremo decidiu que o peemedebista não pode assumir a Presidência da República numa eventual saída de Temer.

“Isto é casuísmo, vale a decisão para este caso específico, eu nunca vi isso”, destacou o deputado sobre o “supremo jeitinho que se deu”, a partir de considerações políticas e econômicas, para que “ninguém menos do que Renan Calheiros fosse considerado pela maioria da Alta Corte uma figura insubstituível”.

O deputado acrescenta que o Supremo acabou chamando para si os ecos do “Fora, Renan!” e se desgastando perante a opinião pública, o que “é muito ruim para o país”.

PEC 55 e reforma do ensino médio

Chico Alencar também comenta que o governo de Michel Temer toma iniciativas, como a reforma do ensino médio e a PEC do Teto de Gastos, de acordo com o seu próprio caráter — uma coalizão de políticos tradicionais, velha, clientelista, de investigados, privatistas “com total convicção”, adeptos do Estado mínimo.

“Essa reforma do ensino médio confunde os princípios pedagógicos mais elementares”, alerta o deputado. “É o típico caso que a forma deforma o que se pretende como reforma. Além do mais, no substitutivo da própria reforma, tem um aspecto anti-humanista e de retorno ao acesso à universidade para poucos, condenando os mais pobres a ensino técnico profissional de nível médio”, completa Chico Alencar.

“O mesmo governo que diz querer valorizar magistério propõe uma PEC de contenção de gastos de educação, o que é contraditório”.

Para o deputado, outro absurdo é a rapidez e a “voracidade” com que é encaminhada a PEC do Teto de Gastos no Senado. “No dia seguinte, já tem relator que diz que o relatório está pronto, com indício de que o relatório foi feito pelos técnicos do Executivo”, frisa. “A voracidade de fazer isso a toque de caixa é uma ofensa para todos.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s