Estudantes e educadores dialogam sobre empoderamento negro e combate ao racismo

quarta-feira, 9 agosto, 2017
Fotos: Josenildo Almeida
Com o objetivo de discutir temáticas como empoderamento negro e como a Educação para as Relações Etnicorraciais impactam no currículo e no Projeto Político Pedagógico (PPP) das escolas, a Secretaria da Educação do Estado, está promovendo, nestas terça e quarta-feira (8 e 9), no auditório da instituição, o III Colóquio para a Diversidade, com o tema “Currículo e equidade: um diálogo necessário”. A iniciativa faz parte das ações alusivas ao Agosto da Igualdade.
Durante a mesa temática, também foram abordadas questões como a Lei 10.639/03 e o enfrentamento ao racismo institucional. Os grupos de dança e de percussão Kaiodê, formado por estudantes do Colégio Estadual Sete de Setembro, localizado no Subúrbio Ferroviário de Salvador, animaram o encontro com apresentações de dança afro e declamação de poesia.
A professora da rede estadual, mestre em Educação e Contemporaneidade pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Deyse Luciano Santos, fez parte da mesa e afirmou que “a proposta diz respeito às questões de gênero e afrodescendência que estão tão presentes em sala de aula e que precisam ser tocadas com muita sensibilidade”, afirma a educadora.
De acordo com a coordenadora de Educação para Diversidade da Secretaria da Educação do Estado, Erica Capinan, as discussões são essenciais. “Este colóquio colabora para o enfrentamento a práticas racistas e preconceituosas e ao mesmo tempo que visam a valorização da população negra”, destaca.
O estudante Tarcísio da Silveira, 16, 1º ano, se apresentou com os colegas tocando o instrumento surdo e diz que “é muito bom mostrar o nosso talento através de um trabalho desenvolvido na escola”. Evelyn Gonçalves, 15, 2º ano, ressalta o significado da dança para a afirmação da sua identidade. “Muitas pessoas descriminam a dança afro por ter pessoas negras dançando e nós queremos combater isso através de nossa arte”, diz.
O colóquio também contou com a participação da professora doutora em Educação, Silvana da Silva, da professora e pedagoga, Rosângela Correia, e do gestor do Colégio Estadual Sete de Setembro, Diógenes Ribeiro da Silva.